O desembargador Ricardo Anafe venceu nesta quarta-feira (10/11) a disputa em segundo turno e foi eleito novo presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo para o biênio 2022-2023. Atual corregedor-geral de Justiça, recebeu 195 votos contra 155 do desembargador Luís Soares de Mello, que hoje ocupa a vice-presidência da corte.

Nascido no Rio de Janeiro, Anafe tem 62 anos, sendo 36 de atuação na magistratura. É bacharel em Direito pela PUC-SP, turma de 1981, com especialização em Direito Processual pela mesma universidade. Atuou como juiz substituto em segundo grau de 2003 e 2008, quando foi promovido ao cargo de desembargador do TJ-SP.

Anafe também presidiu a Seção de Direito Público no biênio 2014-2015 e foi eleito para o Órgão Especial em 2016. Em 2019, venceu a disputa para a Corregedoria-Geral de Justiça na segunda vez em que concorreu ao cargo. Como corregedor, foi responsável, entre outros, por implantar o modelo virtual de citação e intimação de réus presos, além de audiências virtuais nos presídios paulistas.

Demais cargos 
O desembargador Fernando Antônio Torres Garcia venceu a disputa em segundo turno para a Corregedoria-Geral de Justiça. Ele recebeu 217 votos contra 135 do desembargador Mário Devienne Ferraz.

Torres Garcia nasceu em São Paulo em 1959, é bacharel em Direito pela USP, turma de 1982, com especialização em Direito Penal e em Direito Processual Penal. Ingressou na magistratura em 1983 e atuou nas comarcas de Osasco, Mirandópolis, Indaiatuba, Diadema e São Paulo. Em 2008, foi promovido ao cargo de desembargador. Também presidiu a Seção de Direito Criminal no biênio 2018-2019 e tem cadeira na 14ª Câmara de Direito Criminal.

Já para a presidência da Seção de Direito Privado, foi eleito o desembargador Artur César Beretta da Silveira, com 109 votos. Ele ganhou a disputa contra o desembargador Antônio Carlos Mathias Coltro, que teve 76 votos.

Veja a apuração completa do segundo turno 
Presidência
Ricardo Mair Anafe – 195 votos
Luís Soares de Mello Neto – 155 votos

Corregedoria-Geral de Justiça
Fernando Antônio Torres Garcia – 217 votos
Mário Devienne Ferraz – 135 votos

Presidente da Seção de Direito Privado
Artur César Beretta da Silveira – 109 votos
Antonio Carlos Mathias Coltro – 76 votos